Elizabeth (1998)

Eu acho que sou suspeita para falar qualquer coisa sobre esse filme porque ele faz parte dos filmes que eu mais amo no mundo! Eu vi Elizabeth pela primeira vez ainda muito nova e não tinha noção do que se tratava, mas depois de alguns anos eu assisti novamente e BUM: amor. 

O filme é de 1998 e, com a atuação magnifica da Cate Blanchett, conta a história de uma das rainhas mais importantes do mundo: Elizabeth I.

Uma rápida volta ao tempo pra te lembrar de quem foi Elizabeth I:

Ela era filha de Ana Bolena com Henrique VIII. Com a morte do herdeiro de Henrique VIII, quem assume o trono é Mary, a filha de Catarina, cuja índole ficou marcada por massacres a quem não concordava com o que era pregado em seu governo. Com a morte dela, Elizabeth, de apenas 25 anos, assume e é reconhecida como rainha, mas não só uma simples rainha: uma super rainha. Vale ressaltar que nessa época praticamente toda a corte estava contra ela.

9676e75a4a174888779777b2a6a55233Elizabeth governou a Inglaterra com sabedoria e não é a toa que até hoje ela é lembrada. Mas ela é lembrada não apenas por ter sido uma excelente rainha, mas também pelo seu título de Rainha Virgem, que recebeu devido ao fato de que nunca se casou nem deixou herdeiros (dando uma das melhores frases do filme: “Não sou a sua Elizabeth. Não sou a Elizabeth de homem nenhum.”)

Elizabeth foi, sem dúvidas, uma grandiosíssima mulher! O filme retrata essa vertente da personalidade da Elizabeth como nunca. A Cate é a “alma do filme” e, apesar de ser muita coisa para ser retratada em pouco tempo, o filme é maravilhosamente completo, com figurinos deslumbrantes e atores (Geoffrey Rush, Joseph Fiennes etc.) que assim como a Cate, também roubam a cena.

O filme também tem uma continuação que se chama Elizabeth – The Golden Age (2007) e que também vale a pena ser assistido!

Alícia

Comments are closed.