As fadas de Cottingley

No começo desse ano estive pesquisando sobre fadas e descobri uma série de fotografias chamada The Cottingley Fairies no Camafeu da Lia. Elas foram tiradas em 1917 pelas jovens primas Elsie Wright e Frances Griffiths, em Cottingley, um vilarejo inglês, com a câmera do pai de Elsie. Quando o Sr. Wright foi revelar suas fotos e viu a primeira aparição das fadas, considerou-a falsa, e depois da segunda foto, desta vez com um gnomo, ele proibiu Elsie de usar sua câmera. Mas sua esposa Polly estava convencida da autenticidade das imagens.

Dois anos mais tarde, a Sra. Wright levou as fotos para uma palestra sobre espiritualismo e mostrou-as ao palestrante, querendo saber se elas eram verdadeiras. Ele ficou com as fotos e as levou a um líder do movimento teosófico (que está relacionando a religiões esotéricas), Edward Gardner, que por sua vez pediu ao fotógrafo Harold Snelling para que as analisasse, e sua conclusão foi de que as fotos eram verdadeiras!

Depois disso, as fotos começaram a rodar entre os grupos espiritualistas da Inglaterra, e foi numa dessas que elas chegaram ao Sir Arthur Conan Doyle (!), que então insistiu para que as meninas tirassem mais fotos das fadas. Em agosto de 1920, então, as duas primas resolveram atender ao pedido de Conan Doyle, que em dezembro escreveu um artigo na Strand Magazine sobre as novas fotos:

Porém, em 1981, Elsie Wright confessou ao escritor Joe Cooper durante uma entrevista para a revista The Unexplained que as fadinhas eram, na verdade, recortes de papel. Ela explicou que usara as ilustrações do livro Princess Mary’s Gift Book como inspiração. Aliás, o desenho que inspirou a primeira fotografia já foi usado aqui no Ftale, na nossa página “Sobre“:

Falando especialmente sobre a primeira foto, Frances Griffiths disse: “não entendo como as pessoas puderam acreditar que elas eram fadas de verdade. Eu conseguia ver o verso delas e os alfinetes quando a foto foi tirada.” Apesar disso, as duas juram que a quinta foto é autêntica.

Hoje em dia diz-se que, por causa do contexto de guerra, as pessoas viram naquelas imagens uma pontinha de esperança, e por isso tanta gente acreditou. E claro que, para a época, estes eram efeitos super realistas!

De qualquer forma, eu acho As fadas de Cottingley uma série de fotos muito linda, e sua história é tão interessante que inspirou o filme Fairytale – A true story!

E aí, gostaram?

Emily

0 comment on As fadas de Cottingley

  1. Nivea
    02/10/2014 at 17:54 (3 anos ago)

    Ah! Eu vi o filme… se eu não me engano, é de uma menina que tenta provar pro pai que fadas existiam não é? Eu já tinha lido sobre essas fotos, um dos primeiros ‘photoshops’ do mundo… hehehe

  2. Sra Michaelis
    23/10/2015 at 19:39 (2 anos ago)

    AAh não acredito! Eu pesquisei sobre essas fadas há muito, muito, muito tempo nem me lembro de como eu cheguei a este resultado, nem me lembrava do nome do caso, mas me lembrei na horinha das fotos assim que as vi!! Principalmente aquela que a menina esta dando a mão á um (desenho -_- ) Gnomo. Mas nunca vi o filme, vou ver *–*

    • Emily Macedo
      04/12/2015 at 22:29 (2 anos ago)

      Pesquisar sobre essas coisas sempre tem resultados muito surpreendentes, né? Espero que curta o filme!