A arte conceitual de Frozen

Storyboard por Paul Briggs

Se tu tens internet, tu nunca estás satisfeito. Pelo menos, eu sou assim. Por essas minhas andanças na teia, me deparei com o livro The Art of Frozen, da Disney, que contém infinitos detalhes sobre a produção do filme (do qual a gente já falou aqui). Agora, adivinhem quem tá querendo comprar isso nesse exato momento, mas não vai comprar porque, né, quedelhe a grana??

Só pelas pesquisas feitas no tio Google e no Tumblr, já dá pra ter uma boa noção da belezura que é esse livro, que mostra todos os processos da arte conceitual do filme, desde a criação da storyboard (uma pré-visualização do filme) a todos os cenários utilizados. Além disso tudo, a gente ainda consegue ver de relance o que o filme poderia ter sido, se as escolhas tivessem sido outras. Um exemplo perfeito disso é a nossa querida-amada-desejada Rainha Elsa.

Jin Kim

A maioria do pessoal que curtiu Frozen já sabe que, por algum tempo, os produtores de Frozen cogitaram a ideia de fazer uma Elsa um pouco mais próxima da original (pra quem não sabe, a rainha da história original é má de doer). Mas ver as imagens faz a coisa mais real, né? Quando iríamos imaginar uma Elsa azul, com os cabelos negros e um sorriso maquiavélico? (Mas preciso confessar que amei os vestidos mais elaborados…)

Outra personagem que mudou bastante durante a produção do filme foi a Anna. Num certo momento, podemos ver que ela foi tão loira quanto a Elsa que temos hoje. Acredito eu que nessa fase já não teria entrado toda a função da mecha branca…

Então temos os moçoilos do filme, que também sofreram algumas modificações. Kristoff teve mudanças no visual, que antes era mais folclórico. Hans (o bonitinho, mas ordinário), no decorrer da produção, ficou mais bonito – convenhamos, né. Já Olaf não foi muito modificado, continuando mais ou menos do jeito que a gente conhece.

Aí, temos os conceitos de cenários (dos quais não se tem muito o que dizer, porque é cada um mais lindo que o outro) e algumas partes da storyboard (só não se ilude que vai ter imagem se mexendo no livro porque a gente não tá em Harry Potter, fio).

O livro The Art of Frozen contém todas essas ilustrações e muitas outras, de vários artistas conceituais da Disney, dentre eles Minkyu Lee, Bill Schwab, Cory Loftis, Normand Lemay e Victoria Ying. Não posso dar certeza se tem onde comprar aqui no Brasil (talvez na Cultura…), mas na Amazon eu já vi que tem. Caso algum de vocês tenha ou compre, comenta aqui o que achou, que a gente vai amar. <3

Laís

0 comment on A arte conceitual de Frozen

  1. Nivea
    19/08/2014 at 21:38 (3 anos ago)

    Eu sei que esse é um dos projetos da Disney que ficou mais tempo no papel… parece que desde a época da produção de Cinderella e A Bela Adormecida, já se pensava em fazer A Rainha da Neve, mas por muitas vezes foi arquivado…

    • Laís Sperandei
      20/08/2014 at 19:47 (3 anos ago)

      Que bom, né! Porque é certo que se tivessem feito antes, não ia ter ficado tão bom quanto ficou. :3

      • Nivea
        21/08/2014 at 14:11 (3 anos ago)

        Mas a intenção do começo era fazer mais próximo a versão original do Andersen…