História meio ao contrário, de Ana Maria Machado

Nós temos sempre o costume de encontrar o “era uma vez” no começo e o  “viveram felizes para sempre” no fim das histórias, mas as coisas são diferentes nesse conto de Ana Maria Machado, vencedora do Hans Christian Andersen e imortal da Academia Brasileira de Letras.

Lançado em 1978, o livro conta sobre o que veio depois de um desses “viveram felizes para sempre”, depois que o príncipe já virara rei, e mostra que essa felicidade eterna talvez não seja tão divertida quanto parece. Apesar de continuar sendo, ao meu ver, um conto de fadas, ele fala mais sobre o povo do reino do que da própria realeza (o que me deu até um gostinho de realismo mágico ao ler).

Além dessa história… meio ao contrário (é difícil encontrar outro adjetivo, sério!), a autora ainda dialoga com o leitor em sua escrita, e isso a torna deliciosa.

Se você gosta desse tipo de “releitura” da forma como são escritos os contos de fada com certeza vai amar História meio ao contrário. E se tiver a oportunidade de ler a nova edição, com ilustrações do Renato Alarcão, vai amar mais ainda.

Alguém aí já conhecia o livro? Até agora não acredito que ele esteve por aí há tanto tempo e só vim conhecê-lo agora!

Emily

2 Comments on História meio ao contrário, de Ana Maria Machado

  1. Gaby Soncini
    12/12/2013 at 17:41 (4 anos ago)

    Conheci esse livro quando era pequenina, nunca me esqueço, adoro ele! *.*

    • Emily Libanio
      19/01/2014 at 00:01 (4 anos ago)

      Ah, eu só fui conhecer agora :/ e a autora parece ser tão amante dos contos de fadas quanto nós, porque ela também já fez a introdução de uma compilação de contos da Editora Zahar